468×60

Livro de Teoria e Exercícios com Gabarito de Matemática

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Principais estruturas do Citoplasma – Parte 1 

Ao estudar as principais estruturas do citoplasma será possível conhecer seus componentes como o ribossomos. Além desse, há outros que formam essa célula que você descobrirá neste post.

estruturas do citoplasma

estruturas do citoplasma

Aqui no Gênio do Enem você terá um estudo sobre as estruturas do citoplasma em formato de perguntas e respostas. Sendo assim, é apenas um auxílio para ter conhecimento. A fonte de tudo que deve aprender é justamente sua leitura nos livros de Biologia.

Para conhecer a estrutura celular, convido você a clicar em Estrutura da membrana celular. Você poderá descobrir algumas informações úteis.

Agora, leia a seguir perguntas e respostas sobre o citoplasma e sua estrutura em nosso organismo.

Principais estruturas do Citoplasma – Parte 1

1 – Quais são as principais estruturas do citoplasma presentes nas células animais?

As principais estruturas do citoplasma de uma célula são:

  • Centríolos
  • Citoesqueleto
  • Lisossomas
  • Mitocôndrias
  • Peroxissomos
  • Aparelho de Golgi
  • Retículos endoplasmáticos
  • Ribossomos

2 – O que são inclusões citoplasmáticas?

As inclusões citoplasmáticas são moléculas estranhas adicionadas ao citoplasma. São eles: pigmentos, polímeros orgânicos e cristais. Eles não são considerados organelos celulares.

Gotas de gordura e grânulos de glicogênio são exemplos de inclusões citoplasmáticas.

Ribossomos

1 – Onde na célula podem ser encontrados ribossomos? Qual é a principal função biológica dos ribossomos?

Os ribossomos podem ser encontrados presos ao lado externo da membrana nuclear. Também podem estar presos à membrana do retículo endoplasmático que envolve o do tipo rugoso.

Os ribossomos são as estruturas nas quais a síntese de proteínas ocorre.

Retículo endoplasmático

1 – Qual é a diferença entre o retículo endoplasmático liso e rugoso?

O retículo endoplasmático é uma delicada estrutura de membrana. Ele é contíguo à membrana nuclear presente no citoplasma. Forma uma extensa rede de canais em toda a célula. Ele é classificado em rugoso ou suave.

O retículo endoplasmático rugoso possui um grande número de ribossomos ligados ao lado externo de sua membrana. Já o liso não possui ribossomos ligados à sua membrana.

As principais funções do retículo endoplasmático rugoso são a síntese. Também o armazenamento de proteínas produzidas nos ribossomos.

O retículo endoplasmático liso desempenha um papel na síntese lipídica. E, nas células musculares, é importante na realização de estímulos de contração.

O aparelho de Golgi

1 – Um complexo de membranas líquidas de sáculos planos superpostos com vesículas destacando-se de suas extremidades é observado durante a microscopia eletrônica. Qual é a estrutura observada? Qual é a sua função biológica?

O que está sendo observado é o complexo de Golgi, ou aparelho de Golgi. Essa organela citoplasmática está associada ao processamento químico. E também à modificação de proteínas produzidas pela célula. Bem como ao seu armazenamento e marcação para posterior uso ou secreção.

As vesículas vistas sob um microscópio eletrônico contêm materiais já processados. E também prontos para serem exportados (secretados) pela célula.

As vesículas se desprendem do aparelho de Golgi. Elas atravessam o citoplasma e se fundem com a membrana plasmática, secretando suas substâncias para o exterior.

Lisossomos e Peroxissomas

1 – Qual organela da estrutura celular é responsável pela digestão intracelular? Qual é o conteúdo químico dessas organelas?

A digestão intracelular ocorre através da ação dos lisossomos. Os lisossomas contêm enzimas digestivas (hidrolases). Elas são produzidas no retículo endoplasmático rugoso e armazenadas no aparelho de Golgi.

Os lisossomos são vesículas contendo hidrolase que se desprendem do aparelho de Golgi.

Curso Gênio da matemática

Curso Gênio da matemática

2 – Por que os lisossomas são conhecidos como “os limpadores” do lixo celular?

Os lisossomos realizam a digestão autofágica e heterofágica. A digestão autofágica ocorre quando substâncias residuais do metabolismo celular são digeridas.

A digestão heterofágica ocorre quando as substâncias que entram na célula são digeridas.

Os lisossomas envolvem as substâncias a serem decompostas, formando vacúolos digestivos ou vacúolos residuais. A esses depois migram em direção à membrana plasmática. Depois, fundi-se com ela e libera (exocitose) o material digerido para o exterior.

2 – Quais são as semelhanças e diferenças morfológicas, químicas e funcionais entre os lisossomos e os peroxissomos?

  • Semelhanças: lisossomos e peroxissomos são pequenas vesículas membranosas. Eles contêm enzimas e substâncias residuais de origem interna ou externa para decompô-las.
  • Diferenças: os lisossomos possuem enzimas digestivas (hidrolases) que decompõem as substâncias a serem digeridas em moléculas menores.

Já os peroxissomas contêm enzimas que quebram principalmente ácidos graxos de cadeia longa e aminoácidos. Também inativam os agentes tóxicos, incluindo o etanol.

Além disso, dentro dos peroxissomas, a enzima catalase está presente. É responsável pela oxidação de compostos orgânicos pelo peróxido de hidrogênio (H₂O₂).

E, quando essa substância está presente em excesso, ela é responsável pela quebra do peróxido em água e oxigênio molecular.

Gostou? Então, comente e compartilhe!

960x171-anuncio-blog-genio

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.